Este é o primeiro post da série Termos Ágeis, para que você fique menos perdido nas rodinhas de agilidade. Hoje eu vou te contar o que é o Manifesto Ágil, um termo muito usado e importante no mundo ágil.

Estamos descobrindo maneiras melhores de desenvolver software, fazendo-o nós mesmos e ajudando outros a fazerem o mesmo.

O Manifesto Ágil é um texto criado em 2001 por um grupo de 17 pessoas que, na época, trabalhavam com formas diferentes de desenvolver software e que funcionavam bem. Naquele momento, essas formas ainda não eram conhecidas como métodos ágeis.

Essas 17 pessoas se reuniram em um Ski Resort em Utah, USA (olha só que chato), onde ficaram 2 dias esquiando e conversando sobre o que as formas diferentes de desenvolver software que elas utilizavam tinham em comum. Pessoas como o criador do TDD, método ágil que ajuda a aumentar a qualidade e legibilidade do software, e outros participaram desse encontro.

No final, eles concluíram que, o que tinham em comum não era nenhuma regra ou processo específico, mas sim um conjunto de comportamentos e prioridades.

Esse encontro resultou no Manifesto Ágil, que nada mais é do que um texto disponível na internet em diversos idiomas, contendo esses conjunto de comportamentos e prioridades no formato de 4 valores (frases bem curtinhas) e 12 princípios (um parágrafo para cada). Esse valores e princípios formam a cultura ágil.

Como nenhum método ágil te diz exatamente o que fazer em cada situação, a ideia é que o Manifesto Ágil sirva como um guia para o dia a dia, para nos apoiar quando surgir dúvidas sobre o que fazer ou como lidar com determinada situação.

Os 4 valores do manifesto são:

Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas
Software em funcionamento mais que documentação abrangente
Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos
Responder a mudanças mais que seguir um plano


O texto reforça que “Mesmo havendo valor nos itens à direita, valorizamos mais os itens à esquerda”. Ou seja, não significa que métodos ágeis não veem valor em processos e ferramentas, documentação (e esse é um grande mito), contratos ou planos, significa apenas que, acima destes itens vem: pessoas, resultado, parceria e fazer o que faz sentido.

Seguem abaixo os 12 princípios:

  1. Nossa maior prioridade é satisfazer o cliente através da entrega contínua e adiantada de software com valor agregado.

  2. Mudanças nos requisitos são bem-vindas, mesmo tardiamente no desenvolvimento. Processos ágeis tiram vantagem das mudanças visando vantagem competitiva para o cliente.

  3. Entregar frequentemente software funcionando, de poucas semanas a poucos meses, com preferência à menor escala de tempo.

  4. Pessoas de negócio e desenvolvedores devem trabalhar diariamente em conjunto por todo o projeto.

  5. Construa projetos em torno de indivíduos motivados. Dê a eles o ambiente e o suporte necessário e confie neles para fazer o trabalho.

  6. O método mais eficiente e eficaz de transmitir informações para e entre uma equipe de desenvolvimento é através de conversa face a face.

  7. Software funcionando é a medida primária de progresso.

  8. Os processos ágeis promovem desenvolvimento sustentável. Os patrocinadores, desenvolvedores e usuários devem ser capazes de manter um ritmo constante indefinidamente.

  9. Contínua atenção à excelência técnica e bom design aumenta a agilidade.

  10. Simplicidade – a arte de maximizar a quantidade de trabalho não realizado – é essencial.

  11. As melhores arquiteturas, requisitos e designs emergem de equipes auto-organizáveis.

  12. Em intervalos regulares, a equipe reflete sobre como se tornar mais eficaz e então refina e ajusta seu comportamento de acordo.

Os princípios ágeis são mais extensos, vale pensar em exemplos para entender de fato o que cada um quer dizer. Em breve teremos posts aqui no blog e vídeos lá no canal, só para esquartejar cada princípio ágil e dar exemplos do que eles significam.

. . .

É comum ouvirmos por aí que métodos ágeis são apenas para a área de tecnologia. Ledo engano! Isso ocorre porque as pessoas por trás do manifesto eram dessa área.

Mas isso não significa, de forma nenhuma, que métodos ágeis só possam ser usados na área de tecnologia. Eu e o Agilizando! estamos aqui para te ajudar com isso! Com a missão de fazer todos se beneficiarem dos resultados que métodos ágeis nos ajudam a alcançar te trazendo informação sobre este assunto de forma descontraída, decomplicada e com qualidade!!

Gostou de saber mais sobre o manifesto? Então comenta aqui em baixo, qual valor ou princípio ágil te trás mais dúvida?? Ah! E conta para mim qual sua área de atuação para que eu possa te ajudar dando exemplos na sua área!!

Prefere conteúdo em vídeo? Veja este mesmo conteúdo no canal do Agilizando! no Youtube, acesse o link abaixo!